Fritar Carne


Fritar

Para fritar necessitam-se de cortes finos e de boa qualidade. Fritam-se num pouco de óleo ou manteiga quentes, numa frigideira pouco funda, para que a carne toste rapidamente. Pode dar-se a volta à carne uma ou duas vezes durante a cozedura. Enquanto se cozinha não se deve picar a carne e manter-se-á o calor bastante para que os sucos não se escapem, porque neste caso a carne ferveria e endureceria no seu próprio suco. Não se deve requentar a gordura para que não se queime, o que daria à carne um desagradável sabor amargo. Tal como a carne assada na grelha, a carne frita deve repousar uns minutos depois da cozedura.

Deve escolher-se uma frigideira com boa base e ter a certeza de que o tamanho é adequado. Numa frigideira demasiado cheia, a carne tem tendência em guisar-se no seu próprio suco e se a frigideira for demasiado grande, a gordura da cozedura pode queimar-se muito facilmente. Uma excelente razão para que tal não suceda será acrescentar um pouco de vinho ou água ao suco da cozedura que fica na frigideira, o que constitui o melhor molho para costeletas ou bifes fritos.

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Fritar carne. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.