Guisar carne


Guisar

Um corte de carne mais dura ficará melhor se se cortar em pedaços mais pequenos, que se devem cozinhar larga e lentamente num pouco de líquido (não demasiado, porque nesse caso a carne ficará mais fervida do que guisada). O líquido de cozedura será o suco que se solta da carne, mais o que se especificar em cada receita. Depois de dourar inicialmente a carne, para lhe dar cor e sabor (o que se faz normalmente em gordura na qual se fritaram antes algumas verduras até dourarem) junta-se-lhe o líquido de cozedura, condimentos e aromatizantes. Quando o guisado está tenro (o que pode levar desde uma hora e meia a três horas e meia) pode-se espessar o molho. Se a substância que se usa para espessar (geralmente farinha) se introduziu desde o inicio, costuma passar-se por ela a carne antes de dourá-la e neste caso há que ter cuidado para não se deixar queimar. Os guisados feitos sobre o lume devem remexer-se de vez em quando, para evitar que a carne se pegue ao fundo do recipiente.

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Guisar carne. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.