Chocolate


Chocolate

Diferente do cacau, o chocolate conserva toda a manteiga de cacau que naturalmente se encontra no líquido extraído dos grãos., de maneira que é um produto mais gordo do que o cacau. Em alguns casos junta-se mais manteiga de cacau ao líquido, para que o chocolate seja ainda mais gordo. O líquido verte-se em moldes e deixa-se solidificar; sem adoçar vende-se como chocolate para coberturas. O chocolate que passou pela adição de açúcar e de uma quantidade extra de manteiga de cacau vai desde as tabletes escuras e amargas, para cozinhar, até às barras suaves e delicadas de chocolate com leite.

   Quando se cozinha com chocolate, é usar geralmente a variedade menos doce que se encontrar (quanto menos açúcar se lhe juntar, mais intenso e mais achocolatado será o sabor). Para se conseguir um melhor sabor deve-se comprar os chocolates nas lojas especializadas; se não tiverem um sortido de chocolate para cozinhar, escolha-se o melhor chocolate amargo que houver. Para glacear, no entanto, sempre é melhor o semi-doce: tem um conteúdo em gordura superior ao do chocolate não adoçado, de maneira que se funde mais facilmente, e o açúcar que leva dá brilho ao glaceado quando seca. Deve ter-se cuidado com os chocolates baratos para cozinhar, que com frequência são o resultado da mistura de grãos de qualidade muito inferior.

   É necessário ser-se muito cuidadoso quando se derrete qualquer tipo de chocolate, é algo que se deve fazer quer seja em forno muito suave, quer em banho-maria numa caçarola dupla, pois que quando se reaquece, o chocolate queima-se. Também é importante evitar que o vapor ou uma mínima gota de água entrem em contacto com ele enquanto se funde, porque isso também o estragará.

   O chocolate é essencial para a preparação de alguns pastéis, doces, trufas e sobremesas mais deliciosos do mundo. Tem especial afinidade com o rum e o brandy e, especialmente, para fazer mousses e gelados. Os pastéis, biscoitos e massas que levam chocolate devem cozinhar-se a temperatura um pouco inferior à que se usa para outras preparações de pastelaria, porque se queimam mais facilmente. Para preparar uma bebida especialmente agradável e reconfortante, funde-se lentamente chocolate ralado com açúcar e depois junta-se-lhe leite quente, batendo conscienciosamente.

   O chocolate não adoçado emprega-se também como aromatizante em alguns pratos de cozinha extraordinários, tais como o prato nacional festivo do México, guisado camponês de peru em molho Puebla, enquanto em Espanha existem muitos pratos, entre os quais um de língua de vitela à aragonesa e outro de borrachos estufados, que se servem com um molho que leva chocolate.

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Cacau chocolate e alfarroba. ligação permanente.

Uma resposta a Chocolate

  1. Pingback: Cacau, chocolate e alfarroba | O Retiro do Sossego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.