Sim! Os enfermeiros também choram…concomitantemente, em SILÊNCIO!


Mesmo sem o seu consentimento, vou republicar este belo artigo. Faço-o, por que como ser humano, já necessitei dos cuidados médicos e de enfermagem. Tenho a fazer os maiores reparos, não à enfermagem, mas sim às políticas de saúde impostas aos portugueses nos últimos anos. Aos médicos e enfermeiros, só tenho a agradecer por tudo aquilo que têm feito, sempre que necessito, para amenizar meu sofrimento e ajudar na cura dos meus males. Só alguém de má fé, ignorante ou reacionário pode dizer mal dos enfermeiros.

pamarepe

Paula PedroOlá caros leitores!

Pelo que tenho perscrutado via blogosfera, e bem assim, nos média, em geral, têm sido inúmeros os artigos publicados, acerca da deplorável situação em que a ENFERMAGEM se encontra actualmente no nosso país. Alguns desses mesmos artigos classificá-los-ia como alarvemente reaccionários; outros, como manifestos de indignação e revolta, ainda que, com um pouco mais de subtileza; outros, escancaradamente sarcásticos, ao ponto de se tornarem hilariantes; e ainda outros que, pela sua visão holística e louvável humanismo, emanam uma profunda mágoa e resignação.

E foram precisamente estes últimos que mais me sensibilizaram, e bem assim, conseguiram, digamos que, “tocar o meu íntimo”, induzindo-me à reflexão e, por consequência, a escrever o presente artigo, que mais não é do que, a minha perspectiva acerca do sofrimento da minha classe profissional – ENFERMAGEM.

Ainda que seja totalmente solidária com a nobre causa que todos esses artigos que li, evocam – 

View original post mais 962 palavras

Anúncios

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a Sim! Os enfermeiros também choram…concomitantemente, em SILÊNCIO!

  1. Muito obrigada pela partilha do meu artigo. 🙂
    Na realidade sentimos que somos uma classe profissional mui acarinhada e reconhecida, principalmente por aqueles que necessitam dos nossos cuidados.
    Todavia, as políticas restritivas – as tais, do “custe o que custar!” – que os nossos governantes têm vindo a implementar, particularmente no sector da saúde, estão a deteriorar o SNS e o mais grave (!), estão a comprometer sobremaneira, a QUALIDADE DOS CUIDADOS prestados ao doente/família, por insuficiência de recursos (humanos e materiais) e, por consequência, a colocar em risco a própria SEGURANÇA dos doentes, o que é gravíssimo!
    No sentido de se colmatar parcialmente estas falhas, os “personagens”, perdão(!), os nossos governantes estão a subjugar-nos, a nós, profissionais de saúde, a um ESCLAVAGISMO ATROZ!
    Ainda assim, existe um “algo” muito forte que nos faz continuar a ser enfermeiros:
    AMAMOS ENFERMAGEM!…E citando a nossa fundadora, Florence Nightingale: “Somos gente que cuida de gente”.
    Mas enfim…estamos em plena quadra natalícia, pelo que por ora, esqueçamos lá essas vicissitudes e desfrutemos da melhor forma possível da dita, em harmonia, alegria, paz, espírito solidário… …
    FESTAS FELIZES! 🙂
    Beijinhos
    Paula Pedro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s