um casal maior


Obrigado por partilhar esta bela estória. Vou republicar

Franz E.

Há uma casa. Mesmo em frente à minha. Esteve vazia e agora sai de lá uma senhora que caminha com dificuldade e um senhor que regressa todos os dias de manhã com um saco de plástico pendurado na mão descaída, a baloiçar como se não fosse precisar dele. Bem cedo. É quando o vejo mais vezes.

Chega assim a casa, todas as manhãs, depois lhe terem guardado o pão no café ali ao lado. Regressa ao café a meio da manhã para trazer o jornal. Depois de uma conversa inútil, algumas vezes útil, o café frio mas não quente, é preciso exatamente doze minutos para que esteja na temperatura ideal, vai desfiando conversa. Quase sempre sem se saber do que se fala. Nem sequer o que se passou. A maior parte das vezes sem consequências. Outras vezes, e ai sim, interessa, a partir de históris de vida. Se são as…

View original post mais 318 palavras

Anúncios

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s