A irrelevância do discurso presidencial


VAI E VEM

Cavaco-Silva5Nuno Morais Sarmento, no seu espaço de comentário na RTP1, criticou esta quinta-feira as televisões privadas por não terem transmitido em directo a mensagem de ano novo do Presidente da República. Se não existisse televisão pública, disse Morais Sarmento, a transmissão directa dessa mensagem como outros actos de natureza idêntica ficariam à mercê da vontade de um director e dos seus critérios.

O exemplo invocado por Morais Sarmento pode não ser muito convincente, dado o facto de as mensagens do Presidente se terem tornado  pouco interessantes do ponto de vista do interesse jornalístico. Mas, precisamente por isso, ele pode ser um bom exemplo para marcar a diferença da televisão pública face às privadas.

Na verdade, por muito desinteressante e banal que seja a mensagem de ano novo do Presidente da República ela constitui um acto simbólico, por ser o momento em que o Presidente se dirige aos portugueses expondo…

View original post mais 259 palavras

Anúncios

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s