A obra é nossa


...e a Trofa é minha!

my precious

Ou como diz o Smeagol, my precious

No habitual enquadramento paleolítico do espectro político-partidário português, é frequente assistirmos à prática demagógica e eleitoralista à qual carinhosamente gosto de chamar “a obra é nossa”. Entre outras deturpações da realidade, tal prática dá origem a manipulações verdadeiramente absurdas que levam determinados boys e girls inúteis a dizer barbaridades como “ai e tal estivemos na linha da frente” quando a única linha da frente que a maior parte dessa gente conhece é a linha da frente dos arruaceiros que fazem esperas e depois tentam aldrabar a história com tanta elevação e qualidade quanto se bajulam, a eles e aos seus queridos líderes. Coitados, querem a todo o custo viver à sombra dos nossos impostos e estão dispostos a tudo pois sabem que terão sempre o partido para lhes limpar as lágrimas quando o peso da falsidade e da falta de carácter lhes tirar o sono à…

View original post mais 765 palavras

Anúncios

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s