Era desnecessário senhor presidente


...e a Trofa é minha!

Eu compreendo (diferente de concordar) a necessidade da “diplomacia partidária interna”. Como não sou, nem de longe nem de perto, um opositor do modelo democrático assente na existência de partidos políticos, acredito que nos partidos, como em todo o lado, existe gente boa e gente que não interessa sequer ao menino Jesus. Por este motivo, acredito também que a gente boa que existe nos partidos do centro tem que engolir sapos diários. Um verdadeiro social-democrata, por exemplo, deve ter a garganta entalada de batráquios quando percepciona que a social-democracia do PSD foi literalmente remetida para a gaveta. Um verdadeiro social-democrata deve sentir alguma repulsa por indivíduos como Miguel Relvas ou Dias Loureiro. Um verdadeiro social-democrata, ainda que não o diga, sente o peso das mentiras com que Pedro Passos Coelho conquistou o voto da maior parte dos portugueses nas Legislativas de 2015 cujo resumo surge no vídeo que abre este escrito.

View original post mais 394 palavras

Anúncios

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s