O drama de SER-SE um NOVO SEM-ABRIGO, esperando e desesperando por…uma MÃO!


pamarepe

Paula PedroOlá caros leitores!

Fiquei extraordinariamente sensibilizada e até mesmo chocada, com uma história que me contaram há uns dias atrás, de tal forma que acedi a escrever algo sobre a mesma, que deixasse transparecer o meu manifesto de indignação pela burocratização e morosidade excessivas na atribuição do Subsídio de Desemprego, a quem dele precisa com extrema urgência, ainda que temporariamente, tão somente, para subsistir.

Perplexidade e pasmo não me faltaram, quando tive conhecimento que uma das condições de acesso ao Subsídio de Desemprego é, e passo a citar: só pode ser “requerido no prazo de 90 dias consecutivos a contar da data do desemprego, no centro de emprego da área da residência do trabalhador.”

-Oh meu Deus! Mas isto pode ser um drama!…Como é que é suposto os novos desempregados sobreviverem nesse espaço de tempo?

  • Das ajudas de familiares e amigos chegados? – Sim, claro! Mas para tal, é…

View original post mais 1.195 palavras

Sobre JNascimento

Kota amante da boa mesa e da boa música
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s